Porto e a geminação com Nagasaki

Visual Kei

Moda no Japão – Visual Kei




O Visual Kei ((ビジュアル系) ou Visual Rock é um movimento musical que mistura vários estilos de rock e forma mais uma das tribos que frequentam as ruas de Tóquio. É caracterizada por um estilo Punk / Gótico híbrido, influenciada pelas bandas de J-Rock como Devil Kitty e Mar Luna.

Ou seja, refere-se a um movimento entre músicos japoneses caracterizada por trajes elaborados, maquiagens marcantes, cabelos coloridos com penteados incomuns, performances extravagantes e em alguns casos, aliado a uma estética andrógina.




Origem do Visual Kei

Visual Kei (Bijuaru Kei) é um estilo bem popular entre os jovens que curtem J-rock de diversas vertentes como pop, heavy metal, hard rock, punk rock, pós-punk, death rock, ska, etc e música eletrônica e influências ocidentais, como glam, gótico e cyberpunk. Em alguns casos, observa-se o uso de instrumentos relacionados à música clássica (violinos, pianos, etc).

Visual Kei surgiu no final de 1980 e teve como auge os anos 90 e as primeiras bandas Visual Kei foram a banda X Japan, D’Erlanger, Dead End, Buck-Tick, Kamaitachi e Color. Logo, surgiram novas bandas como Glay, Kuroyume, Luna Sea e L’Arc-en-Ciel.




Durante o mesmo período, bandas como Kuroyume, Shazna, Malice Mizer e Penicilina, também ganharam popularidade embora o sucesso não tenha sido tão bem sucedido comercialmente. Na Europa e EUA, o Visual Kei passou a ganhar popularidade somente nos anos 2000, através das bandas Moi dix Mois, D’espairsRay, BLOOD, Kagerou, Kagrra,, Onmyo-Za, Nightmare e the Gazett.



Porém, um ano antes, em 1999, a popularidade mainstream no Visual Kei começou a declinar no Japão. A banda X Japan tinha dissolvida e a morte do guitarrista Hideto Matsumoto, em 1998, chocou inúmeros fãs. Depois, foi a vez de Luna Sea dissolver-se em 2000, e L’Arc-en-Ciel entrou num hiato no mesmo ano.

Em 2007, o género “acordou”, quando Luna Sea anunciou que iria realizar um show e quando X Japan anunciou que iriam reunir-se novamente. Com isso, as bandas Visual Kei caíram novamente no gosto do público e foram chamadas na imprensa de “Neo-Visual Kei”.




Mesmo dentro do Visual Kei, existem uma grande variedade de estilos, vejamos alguns:

Angura Kei: 

O termo vem de “undergroud kei”. São bandas que são influenciadas pela própria cultura japonesa, principalmente tradicional ou arcaica. Evitam influências estrangeiras e adoptam um visual mais simples e roupas típicas japonesas, ou seja um quimono ou um uniforme escolar.

A maquiagem geralmente é em tons de preto e branca e o principal objectivo das bandas Angura Kei é criar algo o mais japonês possível, com o mínimo de influência estrangeira. Tem sua origem no movimento cultural dos anos 60, o “Angura”. Exemplo de banda Angura : Onmyoza.



Onmyo za

Aristocrat e Gothic Kei: Chama-se também de Elegant Gothic Lolita/ Elegant Gothic Aristocrat, este estilo gótico possui bastante elegância e “glamour”. No EGL, as roupas e maquiagem têm uma aparência infantil, enquanto no EGA os traços marcantes ficam por conta da influência Vitoriana. Exemplo de banda “EGL/EGA”: Malice Mizer.



Malice Mizer

Eroguro Kei: A palavra “eroguro” é a abreviação das palavras em inglês “erotic and grotesque” (erótico e grotesco). No EK a maquilhagem é feita para deixar o músico com aparência mais feia, às vezes mais agressiva, e as roupas podem ser trajes comuns, como camisa ou fato, como trajes mais elaborados.

Mas com discrição maior do que nos estilos Elegant Gothic e Kotekote, por exemplo. O estilo é originado do movimento cultural “Eroguro Nonsense”, surgiu no Japão no início do século XXI. Exemplo de banda “eroguro kei”: MUCC.




Mucc

Kotekote Kei: Este estilo possui características andróginas, peculiar e obscuro. É considerado o estilo Visual Kei mais tradicional. Exemplo de banda “kotekote kei”: Dué le quartz.




Dué le quartz

Oshare Kei: Este estilo de bandas possuem um visual mais colorido, de aspecto infantil. O som também pode ser mais leve e “feliz”, mas não necessariamente, pois algumas bandas do estilo também criam músicas mais pesadas. Exemplo de banda “oshare kei”, Antique Cafe (Ancafe). Um estilo parecido é o Koteosa Kei como a banda L.M.C.




Antique Cafe

Existem muitos outros estilos como IRYOU KEI, NAGOYA KEI, KUROFUKU KEI, KOTEVI KEI, SOFT VISUAL KEI, etc. Apesar de ser um termo a princípio referente à imagem das bandas, “visual kei” refere-se também às músicas das mesmas, já que as sonoridades não se encaixam em outros padrões existentes.

Versailles hizaki´s secret



デンジャーギャング
Visual Kei é muito mais que um simples estilo musical. A música e a moda andam lado a lado. Outras bandas Visual Kei: Lareine, Alice Nine, Vidoll, Phantasmagoria, Due le Quartz, Hizaki Grace Project, Versailles, Danger Gang, Antic Café, Dir en Grey, etc.

in Japão em Foco

Sem comentários:

Publicar um comentário