Porto e a geminação com Nagasaki

Se cair sete vezes, levante oito (Nanakorobi Yaoki)

Kotozawa: Nanakorobi Yaoki 七転び八起き 

Nanakorobi Yaoki significa algo como: Se cair 7 vezes, 8 vezes me levanto! E acredito que essa frase define o carácter do “povo japonês”, devido a todos os seus exemplos de superação que já demonstraram desde os tempos mais primórdios. Dizem que só quando um país vive uma crise que se pode conhecer o verdadeiro carácter do seu povo e o Japão já teve oportunidade de o mostrar diversas vezes.


Isto porque, num país sem crises é muito fácil dizer que o povo é paciente, compreensivo ou cooperativo. Mas se uma crise ou tragédia acontecer para sentirmos na pele a dimensão exacta das palavras, como bondade, compaixão e solidariedade, palavras que muitas vezes enchemos a boca para dizer, mas que não sabemos o seu verdadeiro valor nem a real proporção.

Este provérbio tem uma ligação bastante estreita com o Daruma, pois como a sua base é arredondada pode forçá-lo para baixo que ele se levanta novamente. Por isso que o Daruma se tornou não só um símbolo de sorte como também de persistência e muitos deles vem com esse kotozawa impresso em sua superfície.


Caia 7 vezes…Levante-se 8!

Há quase dois anos atrás, quando ocorreu o terremoto e tsunami que devastou o nordeste do país, o Japão uma vez mais mostrou a sua força de superação. E não foi só uma questão de superação que espantou aos outros países. Foi seu comportamento notável diante de uma calamidade gigantesca como a que houve.

O mundo inteiro sem excepção, surpreendeu-se com a resistência, a natureza corporativa e a capacidade de vencer os obstáculos dos japoneses. Repórteres contam que ficaram surpreendidos com a reacção dos japoneses quando viram que eles esperaram horas em longas filas para conseguir água e de repente, foram informados de que a água e suprimentos haviam acabado no centro de distribuição.



Esperaram ouvir reclamações e até coisas piores como acontecem noutros países, mas ficaram chocados ao ver que ninguém reclamou, ninguém ficou irritado ou fez qualquer gesto de revolta. Isto mostrou que de facto é um povo civilizado e que realmente pensam no colectivo em situações de emergências como estas.

Sem saques, lamentações ou panico

Keizo Shutou, um senhor de 74 anos encontrou a sua casa praticamente em ruínas, porém as paredes e o telhado ainda estavam intactos, embora sem janelas e os móveis repletos de lama. E mesmo diante de toda esta situação, a reacção deste senhor foi surpreendente. Ao voltar à casa onde estava alojado,para resgatar o que pudesse no meios dos escombros, disse que pretendia voltar o quanto antes para a sua casa.



“Nós podemos limpar isto”, disse ele. “A estrutura da casa é boa e podemos reconstruí-la.” Keizo tem 74 anos de idade, o que significa que já vivenciou na sua vida, um sem número de coisas terríveis que aconteceram no Japão, como as bombas que caíram sobre Hiroshima e Nagasaki, o terremoto que destruiu a cidade de Kobe e agora isto, um terremoto e tsunami que devastaram sua província natal.

Daruma Se eu cair 7 vezes, 8 eu me levanto

Destruição e reconstrução, um círculo interminável

O Japão já passou por tantas coisas, especialmente ligadas a desastres naturais que já aprendeu, até demais, a arte da reconstrução após a destruição. E assim sempre serál, o Japão é uma nação insular com uma história de calamidades, incluindo vulcões, tufões, inundações, terremotos e tsunamis.

As consequências terríveis que a Segunda Guerra Mundial deixou, incluindo as duas bombas atómicas. Porém não importa a crise ou obstáculo, o Japão sempre conseguiu recuperar e ficar ainda mais forte. Isso é consequência da sua cultura que valorizam o colectivo e trabalham duro em pró de todos e não só de um.

A harmonia da comunidade é um dos pontos marcantes da sociedade japonesa, na qual acreditam que é realmente possível viver uma vida em busca da felicidade individual e auto-realização e ao mesmo tempo valorizar sua participação dentro da comunidade em que se vive. Com todos esses aspectos, é fácil entender como este provérbio japonês se encaixa perfeitamente nesta nação tão laboriosa.

Informação


Sem comentários:

Publicar um comentário