Porto e a geminação com Nagasaki

O gosto do saké

Hirayama (Chishû Ryû), viúvo e gerente de uma fábrica em Tóquio, vê-se na obrigação de escolher o melhor marido para uma das suas filhas, mesmo que essa escolha o aproxime mais da solidão.

Este foi o último filme do realizador Yasujirô Ozu.

No ano de 1963, o filme triunfou ao vencer nas categorias de Melhor Ator Secundário, Melhor Atriz Secundária e Melhor Cinematografia, nos Mainichi Film Concours e a categoria de Melhor Atriz Secundária nos Blue Ribbon Awards.

Título Original: Sanma no Aji

Com: Chishû Ryû,, Shima Iwashita, Keiji Sada, Mariko Okada, Teruo Yoshida, Noriko Maki, Shinichiro Mikami, Eijiro Tono

Realização: Yasujirô Ozu

Produção: Shizuo Yamanouchi

Autoria: Kogo Noda, Yasujirô Ozu

Música: Konju Saitô

Japão, 1962, 112 minutos



Título original:Sanma No Aji

De:Yasujiro Ozu

Com:Chishu Ryu, Shima Iwashita, Keiji Sada 

Género:Drama

Classificação:M/12

Outros dados:JAP, 1962, Cores, 112 min.

Último filme de Yasujiro Ozu que, doente, sabia que moreria em breve. Daí esta reflexão nostálgica sobre "o Inverno da vida" seja também a sua despedida ao "gosto do saké" bebido quase como num cerimonial contendo a memória do passado e dos "bons tempos". O mais perfeito filme de Ozu, aquele onde a depuração do seu estilo atinge níveis supremos





Shima Iwashita

Keiji Sada

Eijiro Tono

Mariko Okada

Textos e fotografias
recolhidos da internet

Sem comentários:

Publicar um comentário